4
Visualizações
Acesso aberto Revisado por pares
Artigo Original

Ausência de vascularização central no microcarcinoma papilar da tireoide ao Doppler colorido

Absence of central vascularization in papillary thyroid microcarcinoma on color Doppler

Marcelo Antonio Serra de Faria1; Eduardo Kiyoshi Tomimori2; Luíz Augusto Casulari3

RESUMO

OBJETIVO: Avaliar a possível relevância diagnóstica da vascularização intratumoral do microcarcinoma papilar da tireoide.
MÉTODO: Estudo retrospectivo no qual os exames ultras-sonográficos com Doppler colorido de 30 casos de carcinoma papilar da tireoide diagnosticados por punção com agulha fina e análise citopatológica foram analisados. Foram considerados dois grupos: microcarcinomas (≤1,0 cm) e macrocarcinomas (> 1,0 cm).
RESULTADOS: Nenhum dos microcarcinomas exibiu vascularização central, e 56% dos nódulos maiores apresentaram tal achado (p < 0,004). Não foi verificada vascularização central em nenhum dos casos de microcarcinoma papilar da tireoide avaliados. A presença de vascularização central em nódulos com até 1 cm provavelmente não indica maior risco de maligni-dade e não deve ser critério para indicação de avaliação citopatológica. Entretanto, a ausência de vascularização não elimina o risco de malignidade e, portanto, não deve ser critério para exclusão da necessidade de punção.

Palavras-chave: Tireoide; ultrassonografia; neoplasias; diagnóstico

ABSTRACT

OBJECTIVE: To evaluate the possible diagnostic relevance of the intratumoral vascularity of papillary thyroid microcarcinoma.
METHOD: This was a retrospective study in which color Doppler sonographic examinations of 30 cases of papillary thyroid carcinoma diagnosed by fine needle aspiration and cytological examination were analyzed. Two groups were considered: microcarcinomas (≤ 1.0 cm) and larger nodules (> 1.0 cm).
RESULTS: None of the microcarcinomas showed central vascularization, whereas 56% of the larger nodules presented this finding (p < 0.004). There was no central vascularization in any of the cases of papillary thyroid microcarcinoma evaluated.
CONCLUSION: The presence of central vascularization in nodules up to 1.0 cm probably does not indicate an increased risk of malignancy and should not be a definitive indication for cytological evaluation. However, absence of vascularization does not eliminate the risk of malignancy and, therefore, should not be a criterion for dismissing the need for puncture.

Keywords: Thyroid; ultrasonography; neoplasms, diagnosis


O CONTEÚDO DESTE ARTIGO NÃO ESTÁ DISPONÍVEL PARA ESTE IDIOMA.


© 2019 Todos os Direitos Reservados